segunda-feira, 30 de junho de 2014

Stand by


Em virtude de uns tantos afazeres profissionais mais urgentes, como a conclusão do catálogo de obras de Clóvis Pereira e uma mudança de residência, irei cessar por certo tempo as postagens aqui do blog. Isso pode demorar até algumas semanas porque, após essas tarefas, ainda farei uma reorganização da minha rotina de trabalho. Pretendo voltar à ativa assim que possível. Abraços e obrigado pela estima.

domingo, 29 de junho de 2014

Coluna de Domingo - 12

Fabiano, Laila, Rafaela e Carlos, do Quarteto Encore.
  • Muito agradável o leiaute do site do Quarteto Encore, inaugurado esta semana. Integram o quarteto de cordas os violinistas Carlos Santos e Rafaela Fonseca, a violista Laila Campelo (filha do flautista Sergio Campelo, do SaGrama) e o violoncelista Fabiano Menezes.

  • Há relatos também de pessoas que tentaram entrar na Arena Pernambuco com ingressos furtados (inclusive houve furto aqui no Recife). Foram impedidas, mas não sofreram penalidades pois não foi configurado o cambismo.

  • Nas pesquisas para o catálogo de obras de Clóvis Pereira, descobri duas partituras inéditas (uma delas, não mais lembrada pelo próprio compositor) e constatei que outras quatro permanecem sem primeira audição mundial.

  • A ópera A cartomante, de Jorge Antunes, baseada no famoso conto de Machado de Assis, será estreada dia 30 de julho no teatro Pedro Calmon, dentro da programação do IV Festival de Ópera de Brasília. O compositor também começa a organizar a campanha para sua candidatura a deputado distrital pelo PSOL.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

sábado, 28 de junho de 2014

Elefantes brancos a partir de quando?

Arena Amazônia
A Copa do Mundo acaba dia 13 de julho, mas os estádios construídos longe dos centros mais tradicionais do futebol brasileiro, creio, não vão se tornar elefantes branco ato contínuo, salvo se a CBF não souber gerenciar a escolha deles para os próximos torneios que irá sediar (como a Copa América 2019), pretende sediar (Mundiais Interclubes de 2015 e 2016) ou tem potencial de sediar (a exemplo dos Mundiais Sub 17 e Sub e da Copa do Mundo feminina), sem falar de outros eventos esportivos que o Brasil pode receber.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Só para dar bom dia

No final dos anos 1980 e início dos anos 1990, o SBT abria sua programação com clipes musicais, entre eles o de Nana Mouskouri e um coro gospel cantando Oh happy day. Que assim seja hoje, um happy day para todos.


Para manter o bom astral neste início de dia de trabalho, deixo esse grande sucesso de Elba Ramalho.

 
E um pouco da vibe dessa Copa.
 

 
Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Toda vez que você for voar no Brasil...

...consulte este link aqui.



É um fôlder produzido por Tribunais de Justiça de vários estados do país e não serve apenas para o período de Copa, que motivou a confecção do material. Com esse panfleto impresso ou salvo no celular, dá para se mostrar a qualquer funcionário de companhia aérea que alegue não conhecer a lei.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Diálogo com cartas - Jocy de Oliveira

Stravínski e Jocy. Foto: Acervo pessoal da compositora.
No dia 29 de julho, a compositora e pianista Jocy de Oliveira lança seu livro com a correspondência mantida por décadas com alguns dos maiores músicos do século 20 no Oi Futuro, Rio de Janeiro. O volume traz cartas inéditas de Igor Stravinsky, Robert Craft, John Cage, Luciano Berio, Karlheinz Stockhausen, Iannis Xenakis, Eleazar de Carvalho, Claudio Santoro, Lukas Foss, Robert Craft e Olivier Messiaen, trocadas ao longo de décadas com a compositora brasileira

O evento de lançamento será Oi Futuro do Flamengo, dia 29 de julho, a partir de 19h30, e terá intervenções musicais ao vivo e multimídia (trechos de peças dos compositores citados no livro) com entrada franca. Um conjunto de cento e doze cartas, recebidas ao longo de 40 anos pela compositora Jocy de Oliveira deu origem a Diálogo com Cartas. A correspondência preciosa – e até agora inédita – expõe ideias, vivências e realizações de alguns dos expoentes da música de concerto do século passado, entremeadas pelas observações da autora contextualizando fatos e explicando circunstâncias.

O raro material reunido neste livro é inteiramente originário do acervo da autora, que introduz e comenta essas cartas oferecendo ao leitor um recorte único da sua vivência artística e pessoal junto a obra e vida desses compositores. O livro revela momentos históricos, musicais, pessoais, tocantes e até tiradas de humor, entre os anos 1960 e 1980, no cenário da música contemporânea. Jocy, que foi solista em duas ocasiões sob a batuta de Stravinsky, recebeu, na qualidade de pianista e amiga, peças especialmente escritas por compositores como Berio, Cage, Xenakis e Santoro.

Da Assessoria de Imprensa Verbo Virtual - Luciana Medeiros (21) 2294-4560 e 8139-0202 lucianamedeiros@verbovirtual.com.br. Todos os direitos reservados

terça-feira, 24 de junho de 2014

Ayran Nicodemo lança primeiro CD

Fotos: Divulgação.
O violinista mineiro de 25 anos, radicado no Rio de Janeiro, passou a integrar a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro em fevereiro e acaba de lançar seu primeiro disco solo, o CD Pedra Cigana (do selo A Casa), produzido pelo compositor Sergio Roberto de Oliveira (indicado ao Grammy Latino duas vezes em categorias de música clássica). Desde 2010 como discípulo direto do violinista Paulo Bosisio, Ayran Nicodemo levou adiante sua paixão por uma de suas grandes influências, a música cigana, e reuniu neste disco oito faixas para violino solo, vibrando seu instrumento com delicadeza e sentimento.

Pedra Cigana é, em sua maioria, composta por obras autorais e tem apenas uma releitura, a cargo de Hora de la munte, do folclore romeno. O CD abre com Ciganada e segue com Samsara, com uma introdução que remete à gênese da vida, do lento desenvolvimento do embrião ao nascimento do ser.  A Suíte Cigana seduz pelo sabor da dança, e a faixa título, Pedra Cigana, reproduz os contrastes do seu momento de criação: a fúria de uma súbita tempestade em dia ensolarado no verão mineiro de 2008. Neste mesmo verão, uma cigana encantadora lhe inspirou outra obra, Ela Cigana, com movimentos harmônicos de rara beleza.

Em seguida, com uma narrativa longa e diversos episódios costurados, De Luz e Trevas traz uma atmosfera densa e carregada de sentimentos. Improviso sobre um poema cigano é uma homenagem do jovem violinista às crianças ciganas que sofreram nos campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial, época em que seu povo sofreu por perseguição, tortura e extermínio. Lua encerra o disco, numa doce melodia que ilumina as noites dos povos ciganos.


“Cada episódio deste álbum traz um pouco de mim, um pouco da minha história e um pouco das minhas raízes. Pedra Cigana foi aquela que abriu as portas para a música que flui de mim, às vezes quente, conturbada e veloz; outras simples, transparente e calma. Há sim momentos de dor e saudade nesta estrada, mas há também muitos momentos de festa e alegria!”, resume Ayran.

Editado do release de Fábio Cezanne, da Cezanne Comunicação. Todos os direitos reservados.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Aplicativo para os jogos da Copa em Pernambuco


Dica um pouco atrasada mas ainda útil para os três jogos a serem disputados em Pernambuco: acessem o site Pernambuco na Copa via smartphone e salvem o atalho na sua tela principal. Daí, no dia da partida, é só clicar no atalho e o site vai lhe mostrar sua localização real e as opções de modais (BRT, metrô e estacionamento) mais próximas a você. É simples e funciona muito bem.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

domingo, 22 de junho de 2014

Coluna de Domingo - 11

 

  • Há 17 anos Manoel Porfírio edita a Agenda Maçônica Classificada, que contém, além da agenda de compromissos e de telefones, uma relação com todas as lojas maçônicas de Pernambuco.

  • A parte mais procurada da agenda é a seção de páginas amarelas (a rigor, verdes) com estabelecimentos comerciais de todo o Estado cujos donos são maçons ou suas esposas e filhos. Por isso, a distribuição da publicação é restrita a membros da Maçonaria e parentes próximos.

  • Como já divulgado pela grande imprensa esta semana, entre uma notícia e outra da Copa do Mundo, o STF manteve a decisão de não exigência de registro na OMB para a atividade de músico.

  • A sensata posição baseou-se no direito da livre expressão artística e no fato óbvio de que não há risco para a sociedade quando um profissional sem o devido preparo exerce a atividade. É só não dar plateia a ele.

  • A empresa de ônibus Metropolitana está carecida de garagens: seus veículos dormem na própria avenida principal de São Lourenço da Mata, estacionados de um lado e outro da Belmínio Correia, quando não fazendo fila dupla.

  • Muitos torcedores continuando indo à Arena Pernambuco de carona ou de táxi e tendo problemas após a partida, por causa disso. Como não podem comprar a tarifa especial de ônibus + metrô ou a de BRT, têm de ir andando 1,5km até a estação Cosme e Damião e pegar o metrô para irem embora.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

sábado, 21 de junho de 2014

Inglês made in Pernambuco

Fotos: Carlos André Moraes, via Facebook.
Essa foto foi tirada na integração da estação de metrô Camaragibe. Não é preciso comentar mais do que o próprio autor da foto, o atendente turístico e professor de inglês Carlos André Moraes.

"Lines that part of this terminal... Como seria em inglês tradicional e menos criativo: Buses departing from this terminal." Fora que a tradução para "embarque", neste caso, seria gate, pois refere-se à plataforma de embarque.

Já na foto abaixo, o imperativo, além de mal utilizado (com o to antes do verbo), faz redundar o verbo cross com o substantivo crosswalk. Carlos André aponta a saída mais simples: "Use the pedestrian crosswalk".


Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Assalto a turistas - procedimentos

Foto: Reprodução. Fonte
Quem souber de algum turista que foi roubado ou furtado em Pernambuco, ajude-os da seguinte forma:

1. Mande-os ir em pessoa à Delegacia do Turista, no Aeroporto, que está funcionando 24 horas. O telefone de lá é o 3322-4867 (chequei o número e perguntei os procedimentos que estou passando aqui). O BO da DT vai servir para fins de seguro e reembolso em geral.

2 Se o passaporte também foi levado, é necessário ir em seguida com o BO à Polícia Federal (no Aeroporto mesmo ou no Cais do Apolo, no Recife Antigo).

3. No caso anterior, será necessário procurar também o respectivo consulado para obter um passaporte de emergência.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

quinta-feira, 19 de junho de 2014

A retórica dos vagabundos pedintes

Pintura de Eduardo Cross. Foto: Eduardo Cross / Reprodução. Fonte.
Hippies que foram roubados na orla, condutores de van que foram ludibriados ou turistas hospedados em Carpina que vieram conhecer o Recife e esqueceram a carteira no carro. Em comum, o introito: "Bom dia / boa tarde / boa noite, o senhor poderia me dar um pouco de atenção. Não é dinheiro, não...".

Pois é dinheiro, sim, obviamente (para quem não é ingênuo). Com uma conversa coerente e fundamentada, mas que não te dá muita chance de exigir alguma prova real daquela situação, os vagabundos retóricos não lhe deixam outra saída que não fazer-lhe sentir impelido a colaborar com algum trocado.

Pessoalmente, dou logo uma cortada, "Se for dinheiro, eu não tenho", porém confesso que gosto de cair na tentação de ouvir a ladainha inteira, só para anotar mentalmente os detalhes. Outra peculiaridade é que esse papo de pedinte ocorre em Boa Viagem ou no Recife, em lugares de trânsito de gente, como a Pracinha, o Shopping Recife ou a Rua da Moeda.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Onde comer barato no Shopping Recife

Calzone vegetariano. Fonte.
É possível comer por menos de dez reais no Shopping Recife. Se é comer bem ou não, cabe discussão, mas pessoalmente me agradam as opções abaixo, as quais servem principalmente para quem trabalha lá (meu caso neste mês de junho) ou para quem vai para um programa social com grana apertada.

  • Açaí no Ponto: o copo pequeno custa seis reais e o médio (que lhe dá duas opções de calda e de cereais), nove. Funcionários do shopping têm desconto de um real.
  • Habib's: há uma promoção no momento, em que você comprar cinco esfirras por cinco reais e leva dez.
  • Mini Kalzone: o minicalzone de calabresa, o mais barato, custa R$ 4,95, e se você fizer check in no Foursquare e mostrar ao atendente do caixa recebe 50% de desconto nos sucos de 300, 440 e 500ml.

Por menos de dez reais é possível comer também um cachorro quente com suco médio no Pastello ou o "hambúrguer do dia" em redes de fast food como a McDonald's o Bob's. Caso saibam de mais dicas, é só comentar aqui.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

terça-feira, 17 de junho de 2014

Dicionários de regência

Foto: Mercado Livre, via Google Imagens.
Liguei mês pra minha dileta amiga Maria Helena Pôrto, revisora (competentíssima) da Continente, a fim de pedir-lhe o nome dos dicionários de regência que ela usava - e para eu tê-los como referência também.

Ela me indicou os de Francisco Fernandes (eis uma resenha mais detalhada a respeito deles), mas para quem quiser mais opções, ficam também registrados aqui os de Celso Luft, Sérgio Simões e Alfredo de Carvalho.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Quanto seu município recebe da União?


Antes, ninguém sabia; hoje, poucos procuram saber. Agora não há desculpa: basta cadastrar-se no Portal da Transparência e acompanhar tudo via e-mail. Quem tem noções de Direito Constitucional, Administrativo, Financeiro e Tributário pode até se aprofundar na investigação dos gastos públicos. Contudo, os dados estão à disposição de qualquer cidadão e não é preciso mais ficar esperando o Tribunal de Contas da União (ou os TCEs) rejeitar as contas dos gestores públicos: podemos nos antecipar aos abusos e denunciá-los.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

domingo, 15 de junho de 2014

Coluna de Domingo - 10

Verso

E frente

  • Devido à disponibilidade de material de informação apenas em português, inglês e espanhol, o Consulado do Japão no Recife produziu a confecção de um guia específico para seus cidadãos (fotos acima).

  • O detalhe é o mapa do verso do panfleto que assinala, prudentemente, como áreas perigosas as imediações do RioMar Shopping, o bairro de Brasília Teimosa e o Coque.

  • Um dos itens mais procurados nesses dias de junho é a tabela com os jogos da Copa do Mundo. Antes, os estabelecimentos comerciais em geral apressavam-se na confecção e distribuição aos clientes, de padarias a postos de combustível...

  • ...este ano, as tabelas viraram raridade. No Shopping Center Recife, a procura é intensa, mas somente o Açaí no Ponto foi providencial e está atendendo à demanda.

  • Para quem queria entender, como eu, como a Fast Shop consegue colocar e sustentar um preço menor que o da concorrência em até 10%, aí vai a resposta: não investir em publicidade televisiva.

  • Os mexicanos estão amando a culinária típica nordestina. Muitos chegam nos balcões de informação turística para perguntar sobre restaurantes regionais e saem satisfeitos com a experiência.

  • Já uma moda em jantares sociais na capital pernambucana é a contratação de buffets de crepe. Um orçamento gira em torno de vinte reais por cabeça, sem refrigerantes, com direito a repetir o prato o quanto se queira.

  • Terça passada experimentei o Crepe du Louvre na posse de Ronaldo Valeriano como o novo Venerável Mestre da Loja Maçônica Joaquim Nabuco 18 n° 3152.

  • Será que o Parque Dona Lindu estará livre dos arrastões e brigas de gangue durante a Copa?

  • Muitos turistas estrangeiros têm perguntado pela Fun Fest da Fifa. Alguns, como uns israelenses a quem atendi, ficaram indignados por não haver mais shows no Recife ("E quem perde é a gente!?").

  • A solução, penso aqui comigo, é: 1. improvisar apresentações de grupos de dança e música folclórica, ou de DJs e bandas de rock e forró eletrônico - de segundo escalão e agenda livre.

  • Ou 2. chamar todo mundo pro Ocupe Estelita e botar a Rural de Roger de Renor pra tocar. O movimento iria ganhar projeção mundial.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

sábado, 14 de junho de 2014

Novidades musicais da Suíça


Para o dia de hoje, recomendo cinco reportagens especiais da Swissinfo ligadas à música (reportagem especial, quando se fala da Swissinfo, é redundância: o portal helvético tem como marca textos longos e bem estruturados narrativamente, que demandam boa atenção e - no caso de alguns dos links selecionados - premiam o leitor com bons vídeos).

1. Gubal, o instrumento suíço que fascina pessoas do mundo inteiro e custa mais de 2 mil dólares a unidade.

2. Jorge Sentieiro, o luthier de alaúdes português que passou a adolescência no Brasil.

3. Elisa Netzer e sua participação no RioHarpFestival, em terras tupiniquins.

4. Schola Cantorum Basiliensis, a mais antiga escola de música antiga (sic) em funcionamento.

5. O dulcímer (a tradicional cítara suíça) e suas facetas contemporâneas.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Tip for Canadian tourists in the World Cup


All tourist information centers in Recife and Olinda have the phone numbers of the diplomatic offices for emergency cases in Brasilia, Rio and São Paulo, including personal numbers. Anyway it will be possible to make a collect call to the Emergency Operation Center in Canada dialing 0800-703-2111 and giving the number 1-613-996-8885 or 1-613-944-1310 (TTY/ATS).

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

quinta-feira, 12 de junho de 2014

"Desculpa, mas seu iPhone 4 agora é obsoleto"

Há dez dias, a Apple anunciou uma série de novidades. Com os sistemas operacionais OS X Yosemite e iOS 8, o Mac e o iPhone estão mais próximos entre si do que nunca, abrindo as portas para o futuro da computação. O mau é que os usuários do iPhone 4, ou qualquer outro aparelho mais velho da marca, não vão poder aproveitar nada desse futuro.
 
O aparelho mais velho que poderá rodar o iOS 8, quando ele for disponibilizado ao público na primavera que vem, será o iPhone 4S. E tomando por base como o iOS 7 roda ruim nos iPhones mais antigos que o 4S, pode-se esperar algum lag ao rodar o iOS 8 em um 4S. De toda forma, o iOS 8 não rodará no iPhone 4.
 
Texto traduzido e adaptado do site Gizmodo.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

"Que motivos tinha Chesterton para se tornar católico?"

Foto: Herbert Lambert ©
Um artigo do portal católico Aleteia enumera as razões pelas quais o escritor inglês tardiamente se convertera do anglicanismo ao catolicismo romano, quais eram: descarregar os pecados, importância de cuidar dos pertences e agradecer a Nossa Senhora. Mais interessante é notar que Chesterton foi defensor de uma terceira via de teoria econômica, o distributismo, que era desvinculado de teorias socialistas e liberais. Espero que em breve saia um artigo a esse respeito no site.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Investindo em cultura via Lei Rouanet

 

Artigo meu publicado na edição de abril da ProNews, sobre como investir em patrocínio cultural via renúncia fiscal, isto é, obtendo abatimento do imposto de renda. A segunda parte do artigo deve sair agora em junho.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

domingo, 8 de junho de 2014

Coluna de Domingo - 9

Lu Araújo. Foto: Facebook.
  • A Gol inaugurou, finalmente, uma rota expressa do Nordeste para Buenos Aires. Para decepção dos pernambucanos, a cidade contemplada foi Fortaleza.

  • Lu Araújo, diretora geral do Mimo (foto), mostrou-se entusiasmada com os músicos do Mali e da Coreia do Sul.

  • Uma atração do Mali será confirmada para o festival este ano. Cravo a aposta no badaladíssimo Salif Keita, famoso desde os anos 1990 no Brasil graças a Chico César.

  • Obrigatório para quem estuda a arte armorial, o livro As raízes árabes na tradição poético-musical do Sertão Nordestino já está custando 90 reais em sebos.

  • O mais intrigante na ação conjunta do Procon PE e da Vigilância Sanitária do Recife nas últimas semanas é que os supermercados não estão tendo a menor preocupação de se precaver ou se maquiar.

  • Como a medida do garfo deve ser a boca toda, depois dos supermercados os alvos foram os bares e restaurantes. Vai ser necessário fazer concurso público para aumentar o quadro dos dois órgãos e dar conta das infrações.

  • Nilson Lopes recém-concluiu peça para corne inglês e cordas, formação instrumental rara de se ver.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Hostels in/en Recife

Foto: Bruna Monteiro/Esp. DP/D.A Press. Reprodução.
Recife - South Zone / Zona Sur

  1. Piratas da Praia
  2. Piratas do Sol (Location)
  3. Hostel Boa Viagem
  4. Arrecifes Hostels


Olinda

  1. Albergue de Olinda
  2. Sítio do Carmo
  3. AS TU Hostel

(Para aqueles que são brasileiros, este artigo produzido pelo Diário de Pernambuco fala sobre o que alguns desses albergues acima oferecem de melhor para os hóspedes.)

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

Das experimentações estéticas às seletivas*

Armando Lôbo. Foto: Rodrigo Montenegro / divulgação.
A XX Bienal de Música Contemporânea Brasileira aconteceu de 27 de setembro a 06 de outubro de 2013, completando hoje, portanto, oito meses de seu encerramento. Todos os concertos do evento tiveram lugar na Sala Leopoldo Miguez, da Escola de Música da UFRJ – exceto o último, no Theatro Municipal do Rio – e houve uma noite, no dia 03/10, dedicada apenas a curtas-metragens sobre música contemporânea brasileira e a filmes de Humberto Mauro cujas trilhas sonoras foram criadas, originalmente ou não, por compositores nacionais, como Heitor Villa-Lobos e Hekel Tavares.

Os protestos na Cinelândia acarretados pela greve dos professores municipais carioca chegaram a interromper temporariamente o concerto realizado no dia 01/10, mesmo estando a EMUFRJ a cerca de 500 metros daquele ponto do Centro do Rio. No entanto, esse foi o único incidente de percurso da Bienal, cujo público que testemunhamos compareceu em número sensivelmente maior do que nas três edições anteriores que acompanhei representando a Continente (nesta ocasião, estive presente do dia 04 ao dia 06, ou seja, nas três últimas noites).

A qualidade das obras também chamou a atenção, em especial a de compositores veteranos. O sistema de escolha dos participantes para esta edição, que contemplou tanto a seleção via concurso quanto a encomenda direta, permitiu que houvesse mais equilíbrio entre nomes de diferentes gerações (muitos veteranos, que haviam inclusive sido revelados nas primeiras edições da própria Bienal, por exemplo, não se inscreveram nos últimos anos porque não tinham mais interesse em se submeter a concursos).

Por outro lado, os compositores calouros ou com participação em até duas edições da Bienal já não foram mais agraciados com prêmios específicos, como ocorrera em 2009, por exemplo. Esse era um grande estímulo e evidenciou nomes importantes recém-saídos das faculdades de música ou que ainda a cursavam, a exemplo de Paulo Guicheney (GO), Marcílio Onofre (PB) e Paulo Rios Filho (BA).

A mudança de perfil dos participantes da Bienal se deveu à formação de um colégio de 67 compositores e regentes convocados pela Funarte, ao qual foi confiada a tarefa de selecionar por eleição interna aqueles que receberiam encomendas. Cada membro votou em dez nomes e daí montou-se um ranking em que os mais citados ganharam os comissionamentos de maior valor – pois teriam de criar uma obra para uma formação instrumental maior, começando por uma orquestra sinfônica. Por sorte, os compadres que combinaram troca de votos foram poucos e não criaram distorções no ranking.

Há ainda a promessa de expansão do colégio eleitoral para a edição de 2015. É uma marca da Bienal: além de espaço para agregar todas as vertentes estéticas, ela também incorre em experimentações no que tange ao processo de seleção – dificilmente ela o repete de um biênio para outro. Por outro, o coordenador da Bienal, Flavio Silva, é conhecido por rejeitar categoricamente a ideia de uma curadoria, desejada por muitos compositores e praticada no exterior, por entender que um evento financiado com verba pública não deve ser direcionado artisticamente por uma única pessoa.

A XX Bienal decidiu também adotar uma prática dos festivais de cinema: a eleição da melhor obra de cada noite por votação popular. Não valia premiação nenhuma, era apenas a título de termômetro. No entanto, a produção do evento exigia que os três primeiros colocados fossem enumerados explicitamente. Como efeito colateral, alguns compositores obtiveram o maior número de menções para mais de uma posição. O cearense Liduíno Pitombeira chegou ao extremo de ser o mais votado para primeiro e segundo colocado da noite, e ainda empatou na disputa pelo terceiro lugar.

Quanto à música em si, destacamos os concertos a que assistimos: os dos dias 06, com obras para conjunto de câmara com percussão; 07, para conjunto de câmara em geral e para orquestra de câmara com solista, e 08, para orquestra sinfônica.

O concerto do dia 06 teve a peça de um pernambucano eleita a melhor da noite: Pernambukalos, para soprano, flauta, clarineta, violino, violoncelo, piano e vibrafone. Seu autor, Armando Lôbo (integrante do antigo grupo de rock recifense Santa Boêmia), foi listado pela Bienal como fluminense devido à residência (Armando é professor do Conservatório Brasileiro de Música, no Rio de Janeiro), mas o título da partitura não deixa dúvida: faz referencia à beleza (kalos, em grego) da música de Pernambuco.


No dia 07, foi executado o Nonetto, de Marlos Nobre, para flauta, clarineta, violino, trompa, piano, contrabaixo, tímpanos e dois percussionistas. No Nonetto, o atual regente da Orquestra Sinfônica do Recife optou pela autorreferência para estruturar a partitura a partir de citações literais de peças orquestrais suas como Kabbalah e Sacre du Sacre.

O desfecho da XX Bienal requereu um palco maior que o da Sala Leopoldo Miguez, que comporta uma orquestra de câmara, mas não uma sinfônica completa. No Theatro Municipal do Rio, então, a Orquestra Petrobras Sinfônica, diante de mais de mil pessoas, imprimiu uma interpretação consistente e séria de todas as seis obras do concerto (confira ao final deste link).

Todos os vídeos da Bienal de Música Brasileira Contemporânea deveriam estar disponíveis no site oficial do evento, mas apenas parte pode ser vista, por divulgação dos próprios compositores. A Funarte, em março, ainda aguardava a conclusão da edição dos vídeos restantes. Espera-se que, em breve, o acervo das edições anteriores também esteja à disposição online, uma promessa lançada na edição de 2013 e que continua no aguardo de concretização.

* Viajei ao Rio de Janeiro a convite da Funarte para acompanhar as três últimas noites da XX Bienal de Música Contemporânea Brasileira, em outubro passado.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Ministra da Cultura desaprova "simplificação" de Machado de Assis


O diretor do Conservatório de Tatuí, Henrique Autran Dourado (não por coincidência, filho do célebre escritor, já falecido) escrevera indignado a várias instituições protestando sobre o projeto proposto por Patrícia Secco e recém-lançado. O projeto ficou conhecido por modificar a linguagem de dois livros de Machado de Assis para supostamente torná-lo acessível ao "grande público". Esta semana, a ministra Marta Suplicy respondeu ao escritor e frisou que ficou contrariada ao tomar conhecimento do fato, "pois iniciativas como essa maculam os grandes escritores".

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Quem paga a conta de um piano perdido?

Foto: Dulce Helfer / Agencia RBS. Reprodução.
Três pianos, incluindo dois Steinway gêmeos, ficam inutilizados após um alagamento. Isso foi o que aconteceu no Sesi de Porto Alegre, que abrigava os instrumentos alemães selecionados por Miguel Proença, além de um Yamaha. Quem chamou atenção ao caso foi o colunista Juarez Barbosa, que conta os detalhes desse prejuízo cultural inestimável.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

terça-feira, 3 de junho de 2014

Contra o ativismo e contra o conservadorismo

Foto: Reprodução do site Aleteia.
Estas são algumas das declarações do espanhol Phillipe Ariño em entrevista publicada no site Aleteia. Sua abordagem é bastante heterodoxa tanto para os olhos do ativismo LGBTT quanto para a ala conservadora da Igreja, mas lúcida e calcada em um longo exame de consciência. É importante ler a matéria original completa para compreender o contexto das falas.

"Ser homossexual é um sofrimento; não é uma escolha, um pecado ou algo inócuo."

"Os ativistas podem aplaudir quando você fala, mas você só é visto em sua sexualidade, como se fosse um animal ou um indivíduo de série B que precisa ter direitos especiais. É por isso que eu digo que somos os piores inimigos de nós mesmos."

"Além disso, não se deve excluir do debate a questão homossexual em si mesma. Se ela está se propagando, é responsabilidade de cada um de nós entender o que é e de onde vem, fazendo compreender o que estamos enfrentando."

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Creperias principais de Recife e Olinda

Foto meramente ilustrativa. Fonte: Google Imagens.
Aqui vai um roteiro direcionado a quem curte crepes e saladas no Recife. Clique nos links para ver a localização de cada restaurante no Google Maps.

1. Anjo Solto, na Galeria Joana d'Arc, no Pina.

2. La Vague (antiga La Plage), com filiais em Casa Forte, Aflitos e Boa Viagem.

3. A La Bella, em Boa Viagem, é a mais nova desta lista.

4. A Creperia, em Olinda, fica na praça da Igreja de São Pedro Apóstolo (início da r. Prudente de Morais, logo que você passa toda a praça do Carmo). Atenção: no lugar da Creperia, o Google Maps assinala incorretamente uma pousada.

5. E, por fim, a Montmartre, ao lado do terreno da McDonald's de Casa Forte (onde é permitido fumar nas mesas externas).

Atualização

6. A Bercy Village fica na Estrada do Encanamento, no Parnamirim, por trás do Sítio da Trindade. Dica de Christiane Monteiro.

7. A Rouge, na praça de Casa Forte, tem shows de tango aos sábados. Quem recomenda é Aécio Prado.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

domingo, 1 de junho de 2014

Coluna de Domingo - 8

James Strauss, flautista natural de Abreu e Lima e residente em São Paulo. Foto: Facebook.

  • Dom Óscar Arnulfo Romero Galdámez, Arcebispo de San Salvador assassinado em 1980 devido às homilias que denunciavam a violação de direitos humanos por grupos militares e políticos de El Salvador, estaria perto de ser beatificado pelo papa Francisco. A notícia era do site Catholic News Service.

  • No entanto, o National Catholic Report noticiou um desmentido quanto ao fato. Pelo menos por enquanto, o processo continua estancado.


  • James Strauss (foto) será o personagem principal do documentário Levando a vida na flauta, produzido pela Cabana Filmes, de Porto Alegre. O flautista pernambucano explica que o filme terá coprodução de Estados Unidos, Japão e Equador e irá conter filmagens de concertos seus durante o ano de 2014.

  • Sexta passada, Climério de Oliveira lançou no Cais do Sertão seu terceiro Batuque Book, agora sobre os gêneros do forró. Os dois primeiros foram sobre os maracatus e os caboclinhos.

  • O crítico paulista João Marcos Coelho detonou, com seu estilo impiedoso e sagaz, o mau costume de pianista nacionais verem apresentações apenas de seus pares e quando são figurões consagrados. Foi no site da revista Concerto.

  • Há cerca de duas semanas, Berta Rojas chegou a Manila, capital das Filipinas, sem seu iPhone, que havia esquecido no aeroporto de Tóquio. Na hora de voltar à capital japonesa, a All Nippon Airways pediu que a violonista paraguaia passasse para pegar de volta o aparelho quando desembarcasse. O iPhone foi achado recarregando em uma tomada e ficou guardado esperando a dona.

  • Dia 05, quinta, a pianista japonesa radicada no Brasil Midori Maeshiro realiza recital na Academia Paulista de Letras, no Largo do Arouche, em homenagem ao centenário de Guerra-Peixe.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.