Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2018

Manifesto Novo Frevo

Roziane Fernandes, assessora de imprensa da Cepe, me pediu para responder algumas perguntas em vista do release de lançamento de meus próximos dois livros pela editora: Maestro Duda - Uma visão nordestina e Getúlio Cavalcanti - Último regresso, dia 25 de fevereiro. As respostas configuram uma síntese de meu pensamento atual sobre caminhos possíveis para o futuro do frevo, após reflexões desencadeadas pelos entrevistados e pelas pesquisas para a série Frevo, Memória Viva, que abrange aqueles dois livros mais Maestro Formiga - Frevo na tempestade (2017) e Jota Michiles - Recife, manhã de sol (no prelo), além de Clóvis Pereira - No Reino da Pedra Verde.

1.  Em fevereiro de 2017, a Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) lançou no mercado editorial a coleção Frevo, Memória Viva. Gostaria que você falasse sobre essa iniciativa e de que forma ela pode impactar positivamente.

Como crítico de música, sentia carência de uma biografia mínima sobre os principais compositores de frevo vivos que não…