segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Audições Brasileiras #11 recebe Harry Crowl


Confira nesta quarta-feira ao meio dia o bate-papo com o compositor, professor e musicólogo Harry Crowl, que nos anos 1980 coordenou a equipe responsável pela segunda gravação mundial do Te Deum do pernambucano Luís Álvares Pinto (1719-1789). Na conversa que tivemos para a décima primeira edição do podcast Audições Brasileiras, Harry (vide SoundCloud) fala desse trabalho, conta um pouco sobre a primeira Conferência sobre Música Acadêmica Brasileira na Rússia e relembra a importância musical de Gilberto Mendes (1922-2016), compositor referencial da vanguarda brasileira falecido há pouco mais de um mês.

Vamos escutar ao longo do programa três peças orquestrais de Harry: Antipodae brasilienses, em dois movimentos, interpretada pela Orquestra Sinfônica do Paraná, sob direção de Ernani Aguiar; De fluminibus, para cordas, com a Orquestra de Câmara da Rádio Romena e condução de Cristian Brancusi; e Enquanto uma grande cidade dorme, com a Orquestra Filarmônica Estatal do Cazaquistão e a Academia de Solistas de Astana, sob regência de Daniel Bortholossi.

Antes da entrevista confira também alguns avisos sobre 1. a próxima edição do Virtuosi de Gravatá, que abriu inscrições para oficinas de coralistas, 2. a carta aberta do Opera Studio do Recife, contestando a redução da verba para projetos de capacitação em ópera no edital do Funcultura, e 3. a parceria entre a Cepe e a livraria Blooks, que permitirá aos livros da editora e à revista Continente serem comprados no eixo RJ-SP. E não perca o tradicional pingue-pongue antes do encerramento. Até lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário