domingo, 28 de setembro de 2014

Coluna de Domingo - 24



  • Terminei a leitura do livro Moacir Santos - Ou os caminhos de um músico brasileiro, de Andrea Ernest Dias, lançado em agosto pela editora Folha Seca, do Rio. O trabalho impressiona por abordar com profundidade não só a obra mas também a vida do compositor pernambucano nascido em Flores.

  • A publicação, que me foi enviada gentilmente pela autora, junto com um CD Trio 3-63 dedicado exclusivamente à música de Moacir Santos, é uma adaptação da tese de doutorado da flautista carioca na UFBA. Chama a atenção também o quanto o compositor, negro e sertanejo, passou por cima de todas as discriminações confiante nas suas qualidades e trilhou uma carreira de sucesso até a fama nos Estados Unidos.

  • Uma das melhores descobertas musicais que fiz lendo o livro foi a da Orquestra Afro-Brasileira, dirigida por Abigail Moura, que existiu de 1942 a 1970. Estilo único e riqueza rítmica sem par naquela época dentre orquestras populares.

Andrea Ernest Dias. Foto: Ana Branco / Divulgação.



  • Neste domingo o grupo Mawaca encerra o 3º Conte Outra Vez - A Magia da Tradição Oral no Teatro de Santa Isabel, as 16h. O espetáculo Pelo Mundo com Mawaca convida o público infantil para uma viagem por diversos lugares do mundo, como França, Albânia, Tanzânia, Índia, Portugal, Israel e Brasil "por meio de uma trama de sons e histórias que educam e entretêm a plateia mirim".


Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Departamento de Música da UFPE apresenta concerto de harpa hoje

Vanja Ferreira, solista convidada. Foto: Facebook.
Programa do concerto da Orquestra Sinfônica da UFPE nesta quinta-feira (25), às 20h, na Igreja da Venerável Ordem Terceira de São Francisco do Recife. Entrada Franca.


Solista: Vanja Ferreira, harpa

Johann Sebastian Bach / Grandjany (1685-1750)
Andante - da Sonata nº. 2 para violino solo

John Thomas (1823-1913)
Watching the Wheat (Bugeilio´r Gwenith Gwyn)

Alph Hasselmans (1845-1912)
La Source, op. 44

Marcel Tournier (1879-1951)
Au Matin

Carlos Salzedo (1885-1961)
Chanson dans la Nuit

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)
Cadência do Concerto para Harpa e Orquestra

Intervalo


Solistas: Vanja Ferreira, harpa, e Jonathan Guimarães, flauta

Nelson Almeida (*1953)
O Vendedor de Pirulitos, para duas flautas, violão e cordas (estréia moderna)

Marcel Grandjany (1891-1975)
Aria em Estilo Clássico, para harpa e cordas

Wolfgang Amadeus Mozart (1753-1791)
Concerto, em Dó Maior, K. 299, para flauta, harpa e orquestra.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Trinta e quatro primaveras

A atriz filipina Sabrine Maui, minha coetânea. Foto: Reprodução.
Chego hoje ao meu 34° aniversário agradecendo a Deus pelo aprendizado de vida que ele me permitiu ter até aqui e pelas pessoas queridas que ele pôs ao meu lado entrelaçando nossos destinos; a Nossa Senhora, minha medianeira e cuja veneração que desenvolvi (lembrei-me agora) devo ao filme O auto da Compadecida; e a meu Anjo da Guarda, que me salvou de tantas situações por aí, como batidas de carro, caronas de estranhos, quedas de bicicleta, bandos de marginais... Os três têm sido muito generosos comigo e eu não retribuo ao meu próximo como eu deveria, mesmo recebendo tantas benesses dos céus.

Se meu temperamento exterior é cada vez mais característico, por dentro vou-me permitindo mais contestações e contradições num processo de remodelação que vai se seguindo até sabe-se quando. A rosa e a espada, a delicadeza e a firmeza, sempre devem andar juntas em nossos corações, e se nos encontramos perdidos nas encruzilhadas da vida, o Altíssimo tem o poder de nos guiar - se assim O permitirmos.

A melhor lição deste ano: não julgar. Não dizendo isso aos outros: consegui começar a aplicar o exercício a mim mesmo, na vida pessoal. Melhorou muita coisa.

No mais, espero até o final de outubro concluir minha série de Estudos armoriais, para instrumentos solo ou a dois, e então seguir com o monte de ideias musicais que vem tendo vazão desde agosto. Agora, o jornalismo e o turismo estão dividindo espaço com a composição musical em meu cotidiano.

A título de curiosidade, eis o que aconteceu no dia 24 de setembro ao longo da História.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Empresa de eventos W9 decreta falência e deixa turmas de formandos à míngua


A empresa de eventos W9 decretou falência e, com isso, diversas turmas de formandos foram pegas de surpresa, amargando o decorrente prejuízo da notícia. O primeiro passo para os prejudicados, conforme os advogados Fabio Gonçalves e Gabriel de Brito Nunes, é contactar um advogado competente para acionar na Justiça Comum (não a de pequenas causas) todas as empresas que participem solidariamente da prestação de serviços junto com a companhia falida.

Mas, antes de tudo, cada prejudicado deverá prestar queixa individualmente na Delegacia de Estelionatos, em Afogados, por apropriação indébita - reunindo toda a documentação pessoal, de vínculo com a faculdade e de pagamentos à empresa (além do contrato com esta) para então se dirigir em grupo ao escritório de advocacia escolhido.

O advogado irá, por sua vez, à Jucepe averiguar o nome dos sócios e verificar se eles não participam de outras sociedades, o que caracterizaria um grupo econômico. Então será pedido judicialmente o bloqueio de contas e bens dos sócios. Contudo, é preciso saber que a preferência na execução das obrigações da empresa falida deverá ser para com funcionários e bancos, antes dos contratos não honrados com os clientes.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

domingo, 21 de setembro de 2014

Coluna de Domingo - 23

Raimundo Carrero. Foto: Reprodução.


  • O site Violão Brasileiro, produzido pelo caruaruense radicado em Brasília Alessandro Soares, foi aberto com 150 verbetes, entre eles o do pernambucano Henrique Annes.


  • A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo realizará seu quarto seminário regional em outubro no Recife. O evento acontecerá na Universidade Católica no dia 18 de outubro e terá inscrições a 75 reais para profissionais não sócios.


  • Em um concurso internacional na Dinamarca, uma borboleta pousou no nariz de Yukie Ota. A flautista japonesa não deu chance para a inconveniência do animalzinho e continuou a tocar durante mais de um minuto, até a primeira pausa na partitura.

  • Para quem ainda não leu o primeiro capítulo do próximo romance de Raimundo Carrero, a ser lançado pela editora Record, eis o texto na íntegra.



Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

domingo, 14 de setembro de 2014

Coluna de Domingo - 22

A compositora israelense Chaya Czernowin. Foto: Astrid Ackermann / Divulgação.

  • A terceira edição do Virtuosi Século XXI já tem data para acontecer: de 24 a 27 de outubro. Uma das compositoras com presença confirmada é Jocy de Oliveira, que irá lançar no Recife seu livro Diálogo com cartas e terá sua ópera XXX interpretada em versão pocket.

  • Outras presenças, exclusivamente femininas, desta edição do festival, serão: Marisa Rezende, Ilza Nogueira, Chaya Czernowin (professora da Universidade de Harvard) e Vânia Dantas Leite.Os grupos convidados para o III Virtuosi Século XXI são o Camará, da Bahia, The Penderecki String Quartet e o duo Camilla Hoitenga (flauta) e Taavi Kerikmäe (piano).

  • A recepção do cravista e organista Simone Stella no Recife, dia 01, foi no apartamento da vocalista Daniela Gouveia, do conjunto Tanga de Sereia, que promoveu almoço à base de bobó de camarão, farofa de jerimum e torta de palmito, com suco de manga e graviola. As opções de sobremesa foram duas: queijo manteiga com mel de engenho e bolo de rolo.

  • Stella pede aos fãs no Brasil apoio para a arrecadação de fundos para a restauração de um órgão em sua cidade natal, Florença. Se o projeto for bem sucedido, ele irá gravar para a Brillant Classics peças de Domenico di Lorenzo da Lucca e Onofrio Zeffirini da Cortona, dois compositores italianos da Renascença.

  • Cláudio de Freitas, ex-contrafagotista da Osesp e compositor, terá sua peça Três Quadros de Victor Meirelles, Op. 14 estreada pela Orquestra Sinfônica Brasileira no Theatro Municipal do Rio de Janeiro dia 15 de novembro que vem. Os três movimentos da suíte orquestral são: Passagem de HumaitáMoema Batalha dos Guararapes.

  • O Capítulo Guardiões do Real Segredo n° 671, de João Pessoa, está promovendo mais uma edição do Congresso Paraibano da Ordem DeMolay nos próximos dias 20 e 21. Na ocasião, Raimundo Luiz Queiroga irá transmitir o cargo de Grande Mestre Estadual da Ordem DeMolay ao seu sucessor devidamente eleito.

  • A Orquestra Criança Cidadã inaugura amanhã, dia 15, seu primeiro núcleo social fora do Recife, na cidade de Ipojuca. A apresentação musical que marcará o evento será a partir das 19h.


Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Pentagramas na ativa


Voltar a compor, agora de forma séria e explorando as referências musicais que agreguei ao longo dos anos como crítico. Esse é o meu mais novo projeto de vida e também uma realização que se me fazia imperativa há anos e que eu estava adiando para quando eu estivesse em situação mais confortável financeiramente.

Nas últimas três semanas dei início a uma série de partituras que só deverá acabar em 2015, que incluem uma peça para duo de violoncelos e outra para percussão, já finalizadas, e também uma para coro misto, outra para piano solo e talvez uma para cravo. O projeto mais importante será um concerto para violino, ao qual dedicarei pelo menos três meses e que fará uma homenagem a um compositor já falecido.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Resumo da cobertura do/a Mimo 2014

Chaarts, dia 05/09/2014, às 18h, na Igreja do Carmo. Foto: Pri Buhr/Reprodução.
Vocês podem conferir no site do festival os textos que preparei sobre as seguintes apresentações:

  1. Chaarts.
  2. Jordi Savall.
  3. Sonia Wieder-Atherton e Egberto Gismonti (na mesma matéria).
  4. Areia e Grupo de Música Aberta.


Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

domingo, 7 de setembro de 2014

Coluna de Domingo - 21

Gabriel de Brito Nunes. Foto: Facebook.

  • Como frisei ontem... Na edição de setembro da Continente, volto à ativa depois de um stand by de nove meses, assinando uma entrevista com Jordi Savall (que fez anteontem, ao lado de Andrew Lawrence-King e Enrike Solinís, o concerto mais esperado do Mimo em Olinda), o perfil de professor Jarbas Maciel e a resenha do livro Diálogo com cartas, de Jocy de Oliveira, primeira esposa do falecido maestro Eleazar de Carvalho.

  • Dia 13, próximo sábado, às 9h, a Fafire promoverá o seminário A crise do caráter nas organizações: o lucro ou as pessoas? A inscrição custa 20 reais com antecedência. Informações pelo telefone 9912-1225 ou 9222-3442.

  • Gabriel de Brito Nunes, da Sales e Nunes Advocacia, trabalha agora em novo escritório, na sala 12 da av. Pres. Kennedy, 1556, em Olinda. Ele continua a lidar com os Direitos Cível, do Consumidor, Trabalhista e Previdenciário e começou a atuar com registro de marcas.

  • Entre as últimas aquisições da biblioteca do Instituto Ricardo Brennand (cadastre-se no e-mail biblioteca@institutoricardobrennand.org.br para ficar sabendo mês a mês) está o livro Arte no Brasil colonial, de Antonio Luiz D'Araújo, com apresentação de Ferreira Gullar.

  • O próprio Ricardo Brennand escolhe e compra os livros da área de Arquitetura. Em agosto, chegaram Relíquias: patrimônio arquitetônico do Nordeste do Brasil, de Fernando Chiriboga, e os três volumes da coleção Frank Lloyd Wright: the complete works.

  • Os acervos do padre Jaime Diniz e do operista Euclides Fonseca também estão na biblioteca do IRB - foram adquiridos por Leonardo Dantas Silva, curador do instituto. Os manuscritos do pe. Jaime Diniz, inclusive, já foi todo digitalizado.


Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

sábado, 6 de setembro de 2014

Em dose tripla na Continente

Professor Jarbas Maciel. Foto: Roberta Guimarães, para a revista Continente.

Depois de um stand by que durou o ano de 2014 inteiro, estou de volta às páginas da Revista Continente - pela primeira vez, em dose tripla.

Primeiro vem a pauta que surgiu de última hora, há três semanas: a entrevista com Jordi Savall, que se apresentou ontem à noite no Mimo, na Igreja da Sé.

Em seguida, a matéria que eu vinha idealizando há quatro anos e que só em maio último pude executar, por conta da saúde do entrevistado: um perfil do professor Jarbas Maciel, compositor e violista ligado ao Movimento Armorial e docente aposentado de Matemática, Física, Química, Filosofia, Estética e Música.

Por fim, a resenha do livro Diálogo com cartas, de Jocy de Oliveira, que será lançado no Recife mês que vem, durante a terceira edição do Virtuosi Século XXI, onde a compositora e pianista relata seu convívio pessoal e profissional com os maiores gênios da música de vanguarda dos últimos 60 anos.

Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução apenas parcial, salvo outra sob acerto prévio, citando-se a fonte e o link de origem em qualquer em qualquer circunstância.

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Nós e o Tom se apresenta no Recife Antigo

Foto: Fernanda Mota/Divulgação.

O trio Nós e o Tom – voz, violão e piano – se apresenta nesta sexta e sábado (5 e 6) no Centro Cultural dos Correios, no Bairro do Recife, às 19h. O grupo homenageia os 20 anos da morte de Tom Jobim e percorre 30 anos de carreira do ícone da Bossa Nova através de 20 de suas músicas. A entrada é gratuita e as senhas podem ser retiradas com uma hora de antecedência a cada apresentação.

Repertório
1 - Samba do Avião (Tom Jobim)
2 - A correnteza (Tom Jobim/Luiz Bonfá)
3 - Aula de matemática (Tom Jobim/Marino Pinto)
4 - Luiza (Tom Jobim) 5 - Anos dourados (Tom Jobim/Chico Buarque)
6 - Retrato em Branco e preto (Tom Jobim/Chico Buarque)
7 - Fotografia (Tom Jobim)
8 - Só tinha que ser com você (Tom Jobim/Aloysio de Oliveira)
9 - Eu não existo sem você (Tom Jobim/Vinicius de Moraes)
10 - Discussão (Tom Jobim/Newton Mendonça)
11 - Gabriela- Tema de amor (Tom Jobim)
12 - O morro não tem vez (Tom Jobim/Vinicius de Moraes)
13 - Sabiá (Tom Jobim/Chico Buarque)
14 - Domingo azul do mar (Tom Jobim/Newton Mendonça)
15 - Desafinado (Tom Jobim/Newton Mendonça)
16 - Pato preto (Tom Jobim)
17 - Chovendo na Roseira (Tom Jobim)
18 - Eu preciso de você (Tom Jobim / Aloysio de Oliveira)
19 - Chega de saudade (Tom Jobim/Vinicius de Moraes)
20 - Piano na Mangueira (Tom Jobim/Chico Buarque)

O evento tem o patrocínio dos Correios, via Lei de Incentivo à Cultura, realização da RODA Produções Artísticas e apoio da Catelani e Dias Produções.

Serviço
Trio 'Nós e o Tom' canta Tom Jobim
Quando: Dias 5 e 6 de setembro, às 19h (ensaio aberto exclusivo para a APAE na sexta, às 16h)
Local: Centro Cultural dos Correios (Avenida Marquês de Olinda, 262 - Recife, PE)
Entrada franca (retirada uma hora antes de cada apresentação)
Informações: (81) 3224-5739

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Lu Araújo recebe título de cidadã olindense


Amanhã, Lu Araújo, idealizadora do/da Mimo, recebe - merecidamente - o título de cidadã olindense. Repasso o convite a pedido dela, que vai ficar feliz com a presença de quem puder prestigiá-la.